sábado, 26 de dezembro de 2015

O Senhor e o ensino de sua Palavra



O Senhor Deus sempre se preocupou com o ensino de Sua palavra.

Desde os tempos bíblicos, ensinar as Escrituras foi tarefa primordial legada ao Seu povo.

Nos dias de Moisés, os pais eram os próprios responsáveis pelo ensino da Lei do Senhor. O lar era uma escola onde os filhos aprendiam a temer a Deus.

Havia reuniões públicas, onde todo o povo participava. Os sacerdotes, além do culto, tinham o encargo de ensinar a Lei.

Os reis de Judá que foram piedosos, juntos com os sacerdotes, ensinavam a Palavra.

Nos dias de Jesus, das 90 vezes que alguém se dirigiu a Ele, 60 vezes Cristo foi chamado de Mestre.

Sua última comissão foi à Igreja, foi: “Ide e ensinai”. Jesus ensinava:

a) Nas sinagogas;
b) Em casas particulares;
c) No templo;
d) Nas aldeias;
e) Às multidões.

Precisamos tornar a Bíblia conhecida para que as pessoas possam exercitá-la com profundo conhecimento.

Além disso, fazer com que o cristão seja forte para resistir aos momentos de bombardeios doutrinários que essas “novas teologias” do tempo presente lançam todos os dias sobre nós.

A divulgação da Palavra é o instrumento de Deus que fornece uma base bíblica de fortalecimento à vida cristã para a Sua Igreja.

A sua Bíblia Sagrada não chegou às suas mãos para ficar empoeirada na sala de visitas, aberta no Salmo 23.

Há muitas Bíblias empoeiradas nas estantes por ai, mas o maior desafio que temos é desempoeirar nossa mente e coração e fazer um pacto para viver em obediência à Palavra.

Pr. Reinaldo Ribeiro
Pb. João Placoná